Sindicato do Comércio Atacadista de Papel, Papelão, Artigos
de Escritório e de Papelaria do Estado de São Paulo
São Paulo - SP
Águas de Lindóia - SP
São Paulo - SP
São Paulo - SP
Franca - SP

Notícias da Fecomércio

26/03/2018  Setor de serviços paulista volta a gerar empregos em janeiro

De acordo com a FecomercioSP, foram abertas 14.608 vagas, maior montante desde fevereiro de 2017
 

São Paulo, 26 de março de 2018 – O setor de serviços do Estado de São Paulo voltou a registrar saldo positivo de empregos celetistas em janeiro. No mês, foram abertas 14.608 vagas, resultado de 190.376 admissões e 175.768 desligamentos. É o maior montante desde fevereiro de 2017, quando houve a geração de pouco mais de 28 mil empregos. Assim, o setor de serviços paulista encerrou o mês com um estoque de 7.316.042 empregos celetistas.

Os dados compõem a Pesquisa de Emprego no Setor de Serviços do Estado de São Paulo (PESP Serviços), realizada mensalmente pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) com base nos dados do Ministério do Trabalho, por meio do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e do impacto do seu resultado no estoque estabelecido de trabalhadores no Estado de São Paulo, calculado com base na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

De acordo com a assessoria econômica da FecomercioSP, os serviços de educação impulsionaram a geração de vagas formais no Estado de São Paulo no mês de janeiro (5.709 empregos). Além deles, os serviços médicos, odontológicos e sociais (2.662 vínculos); e de informação e comunicação (2.299 postos de trabalho) também tiveram bons desempenhos.
 
Entre as 12 atividades pesquisadas, cinco apresentaram recuo no estoque de funcionários no acumulado dos últimos 12 meses. Os destaques negativos ficaram por conta do setor de outras atividades e serviços (-1,3%) e de transporte e armazenagem (-0,5%). Entre os destaques positivos, estão os segmentos de médicos, odontológicos e serviços sociais (2,3%) e profissionais, científicas e técnicas (2,1%).

 


De acordo com a Entidade, o bom desempenho da área educacional está relacionado às contratações com foco no início do ano letivo.
 
A FecomercioSP ressalta ainda que 2018 será um ano-chave para a recuperação das 230 mil vagas celetistas eliminadas entre 2015 e 2016. A economia deverá acelerar seu ritmo de crescimento, trazendo confiança e maiores probabilidades de investimentos empresariais. Nesse sentido, o setor de serviços, diagonal e termômetro econômico, terá possibilidade de voltar a ter receitas crescentes resultando, assim, em aumento de sua capacidade de empregabilidade.
 
Capital paulista
O setor de serviços da capital paulista criou 7.352 novas vagas no mês de janeiro. As atividades educacionais também foram destaque na capital, com a geração de 2.107 postos de trabalho celetistas. Os serviços administrativos e complementares vieram em seguida, com 1.516 empregos.
No saldo acumulado em 12 meses, são quase 16 mil vagas a mais no setor de serviços paulistano. É a quinta vez, desde os 12 meses finalizados em julho de 2015, que se registra aumento de empregos nessa base comparativa, e visivelmente, há aceleração deste processo de recuperação do mercado de trabalho na cidade de São Paulo.

Nota metodológica
A Pesquisa de Emprego no Setor de Serviços do Estado de São Paulo (PESP Serviços) analisa o nível de emprego do setor de serviços. O campo de atuação está estratificado em 16 regiões do Estado de São Paulo e 12 atividades: transporte e armazenagem; alojamento e alimentação; informação e comunicação; financeiras e de seguros; imobiliárias; profissionais, científicas e técnicas; administrativas e serviços complementares; administração pública, defesa e seguridade social; educação; médicos, odontológicos e serviços sociais; artes, cultura e esportes e outras atividades de serviços. As informações são extraídas dos registros do Ministério do Trabalho, por meio do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e o impacto do seu resultado no estoque estabelecido de trabalhadores no Estado de São Paulo, com base na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

Sobre a FecomercioSP
A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) é a principal entidade sindical paulista dos setores de comércio e serviços. Congrega 143 sindicatos patronais e administra, no Estado, o Serviço Social do Comércio (Sesc) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). A Entidade representa um segmento da economia que mobiliza mais de 1,8 milhão de atividades empresariais de todos os portes. Esse universo responde por cerca de 30% do PIB paulista - e quase 10% do PIB brasileiro -, gerando em torno de 10 milhões de empregos.



 

Visite nossa página no Facebook     Visite nossa página no Twitter     Visite nossa página no YouTube
Sindicato do Comércio Atacadista de Papel, Papelão, Artigos de Escritório e de Papelaria do Estado de São Paulo - SINAPEL
Praça Silvio Romero, 132 Conjunto 72, Tatuapé - São Paulo - SP - 03323-000
www.sinapel.com.br - sinapel@sinapel.com.br
Telefone: +55 11 2941-7431